skip to Main Content

Qual a quantidade que meu filho deve comer?




      Olá mamães,
   Uma dúvida muito frequente que as mamães tem é a quantidade de alimento que a criança deve ingerir em cada refeição.
    Independente da idade – 7 meses, 1 ano, 2 anos – essa é uma questão que sempre aparece nos atendimento e palestras.

     Por isso achei útil escrever um pouco sobre isso aqui no Blog.

     Frases que escuto com muita frequencia:

  – Meu filho não come muito…
  – Só aceita três colheradas…
  – Nunca limpou o prato…
  – Come muito, acho que exagera…

    A maioria das mamães costumam reclamar quando o filho come pouco, ou melhor, quando ACHAM que o filho come pouco.

    Mas o que é pouco, ou muito para uma criança?

    A resposta é: depende da criança!

    Na introdução alimentar, quando o bebê esta com 6 meses, deve-se iniciar com duas ou três colheres do alimento/papa. Conforme a aceitação, vai aumentando, aos poucos, a quantidade.

    Uma criança de 1 ano come, em média, 250ml em uma refeição. Preste atenção que eu coloquei EM MÉDIA. Isso vai variar de criança para criança.
     O que os pais tem que prestar mais atenção na alimentação dos filhos é a QUALIDADE e não a QUANTIDADE.

   Se a refeição for com alimentos saudáveis, o prato colorido, com temperos naturais, o pouco que a criança coma já trará nutrientes para ele.

   O bebê/criança está se desenvolvendo bem? Ganhando peso? Crescendo? Se sim, a alimentação esta OK.

   É muito importante não forçar a criança a “limpar o prato” . Comeu, está satisfeito, chega! 

   Mas e se a criança fica querendo comer fora de hora? Aí que entra a conversa e educação dos pais. Mostre que ela esta com fome porque não se alimentou direito no almoço/janta. Não dê lanches fora de hora. 

   Nos lanches entre as refeições ofereça alimentos saudáveis também como frutas, iogurtes, cereais.

    Cada ser humano é único e temos que observar bem nossos filhos, uns comem mais, outros menos. O mais importante será mesmo a qualidade da comida oferecida.

   Umas vez escutei uma frase e hoje sempre uso nos meus atendimentos e com ela termino esse texto, espero que tenham gostado:

  “Quem decide o quê a criança vai comer são os pais, mas quem decide quanto vai comer é a criança!” 





OBS: Para atendimentos individualizados procure sempre um nutricionista.

  




Você também pode gostar

This Post Has 14 Comments

  1. Sempre achei como disse, que depende de cada criança. Meu filho de 4 anos tem vez que repete. Minha bebe, come uma colher de sopa cheia de papinha salgada e depois se recusa a comer salgado, quer a fruta. E não fico empurrando obrigando ela comer mais. Acho importante respeitar, a criança que "diz" quanto aguenta.

  2. Por aqui, desde pequeno não costumo insistir para ele comer. Ele come, diz que está satisfeito e eu tiro o prato da mesa. Super funciona. Ele come bem. não posso reclamar.

  3. Muito legal seu post Camila! Vai ajudar as mamães que acham que os filhos não estão comendo bem. Aqui eu sempre procurei entender a aceitação das meninas na alimentação e sempre segui as orientações do pediatra também. Nunca tivemos problemas e elas até hoje comem o que aguentam, e é claro que não comem muito. Mas se alimentam bem e nas horas certas. O importante é estarem saudáveis!
    Beijinhos!
    https://dulcineiadesa.blogspot.com

  4. Muito legal esse post. A pediatra da minha filha sempre dizia que a mães fazem o prato das crianças para a fome de um adulto e aí sempre acham que os filhos comem pouco.
    Depende muito de cada um e da qualidade dos alimentos.
    beijos
    Chris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top